Vitória em Rodez!

Equipe feminina

A equipe feminina do Paris Saint-Germain venceu em Rodez, assinando um segundo sucesso consecutivo nesta temporada da D1 Arkema (0-4)

Uma semana depois de sua estreia bem sucedida contra o Soyaux (2-0), as parisienses foram a Rodez. E para esta primeira viagem da temporada na liga, Gérard Prêcheur contou com suas forças vitais para armar um time ofensivo, com o trio de ataque Diani, Bachmann e Martens, apoiado por Geyoro, Jean-François e Fazer no meio-campo.

Para o nosso Rouge et Bleu, a chave para este jogo era óbvia: romper o bloqueio defensivo do Rodez, enquanto oferecia uma boa cobertura defensiva contra uma equipe corajosa, pronta para explorar os menores espaços nos contra-ataques. Depois de um início de jogo bastante equilibrado, as parisienses confiscaram a bola para impor o seu jogo, uma melhora materializada por uma pressão cada vez mais forte. Laurina Fazer deu o primeiro alerta, mas a luz veio de Grace Geyoro, autora de uma finalização perfeita após cruzamento de Kadidiatou Diani (0-1, 19').

A partir daí, as jogadoras de Gérard Prêcheur passaram a ter uma configuração mais confortável, alternando tempos de posse de bola e mudanças de ritmo para tentar aumentar o placar. Elas poderiam ter conseguido isso após um chute de Laurina Fazer que bateu no travessão (24'), ou em uma nova tentativa da atacante Grace Geyoro, cujo chute cruzado foi defendido por Sieber (25'). Seja como for, as parisienses tiveram o controle da partida.

Especialmente porque o segundo tempo viu nossas meninas aumentarem a pressão. Não demorou muito, com o chute de Sakina Karchaoui surpreendendo Sieber assim que elas voltaram dos vestiários (0-2, 50'). E o terceiro gol parisiense foi uma obra de arte: em jogada coletiva, a desconcertante Sandy Baltimore - que acabara de entrar em jogo no intervalo - destilou um cruzamento milimétrico para Kadi Diani, oportunista na área (0-3, 57'). Um trabalho bem feito.

Envolvidas e aplicadas até o fim, as Rouge et Bleu conseguiram essa vantagem com muita habilidade. Elas poderiam ter salgado a conta se Sieber não tivesse decidido o contrário (57', 68'). Se o ritmo caiu um pouco no final da partida, Grace Geyoro completou o sucesso parisiense ao oferecer a segunda dobradinha de sua carreira na D1 Arkema, em uma bela jogada coletiva (0-4, 90'+2).

Ao final de um jogo controlado, as parisienses assinaram assim uma segunda vitória para capitalizar e se estabelecer no topo da tabela, confirmando um início de temporada perfeito na D1 Arkema. Um início promissor antes de chegar ao cerne da questão, com o regresso da UEFA Women Champions League frente ao BK Häcken da Suécia, na próxima quarta-feira, e a recepção ao FC Fleury 91 quatro dias depois. Missão cumprida.