As parisienses mantêm a pressão

Equipe feminina

A equipe feminina do Paris Saint-Germain venceu por 3 a 0 o Soyaux neste domingo (18), no Stade Lebon, pela 6ª rodada da D1

/media/188712/dom-fulltime-cr.png

Com três vitórias consecutivas contra Reims (4x0), Dijon (3x0) e Montpellier (4x0), as parisienses sabiam o que tinham de fazer contra o Soyaux antes de se juntarem às suas respectivas seleções para uma nova semana internacional. Depois das vitórias do Lyon contra o Guingamp (4x0) e do Montpellier em Reims (1x0) na véspera, o objetivo era ainda mais claro: vencer e permanecer na corrida pelas vagas europeias. Olivier Echouafni armou, portanto, uma equipe bastante ofensiva no Stade Lebon d'Angoulême.

Mas apesar das quatro atacantes, as Rouge et Bleu não conseguiram fazer a diferença no primeiro período. No entanto, não faltaram possibilidades, mas Jordyn Huitema (6'/1ºT), Signe Bruun (29'/1ºT) e Sara Däbritz (33'/1ºT) passaram perto, enquanto Grace Geyoro (24'/1ºT) e Marie-Antoinette Katoto (41'/1ºT) pararam em Munich. No retorno dos vestiários, a pressão aumentou.

Jordyn Huitema lançou Ashley Lawrence, que cruzou na segunda trave para Signe Bruun abrir o placar (0x1, 10'/2ºT). Cinco minutos depois, Sandy Baltimore encontrou Jordyn Huitema, que tocou para Grace Geyoro bater na saída de Munich (0x2, 15'/2ºT). Depois de uma confusão na área adversária, Jordyn Huitema, sempre ela, pegou a sobra para fechar o placar (0x3, 35'/2ºT).

Uma quarta vitória e o quinto jogo sem sofrer gols que permitiram ao Paris Saint-Germain consolidar seu segundo lugar na classificação, dois pontos atrás do OL e três à frente do MHSC. O próximo desafio para o clube da capital será contra o Fleury no dia 1º de novembro, pela 7ª rodada da D1 no Stade Georges Lefèvre, em Saint-Germain-en-Laye.