Uma final, goleada e um título: um começo de temporada perfeito!

Equipe principal

Em seu primeiro jogo oficial da temporada, o Paris Saint-Germain garantiu um novo título, goleando o FC Nantes no Troféu dos Campeões (4-0)

Após uma pré-temporada cheia de promessas e quatro vitórias em quatro amistosos disputados, o Paris Saint-Germain iniciou sua temporada oficial com uma partida pelo Troféu dos Campeões no Bloomfield Stadium, em Israel. E o que poderia ser melhor do que um clássico histórico contra o FC Nantes, contra um tão conhecido Antoine Kombouaré, para iniciar a temporada?

Para Christophe Galtier e seus homens, era, portanto, hora de passar da teoria à prática! E enquanto o treinador confirmava seu 3-4-1-2, os parisienses vestiram seu traje de gala para se apresentarem à altura do evento. 

Esperávamos uma oposição de estilos, entre este Paris voltado para o ataque e este ultradefensivo Nantes, e foi isso mesmo o que aconteceu. Mas desde os primeiros minutos de jogo, os Rouge et Bleu deram de tudo para quebrar a retranca do Nantes: vimos tentativas de Messi, toques de categoria de Verratti para Sarabia, combinações entre Vitinha e Neymar Jr, e até uma grande oportunidade assinada pela dupla Kimpembe e Marquinhos (13').

E a luz veio dos pés da dupla Neymar e Messi! O brasileiro, com seu talento inimitável, encontrou um lançamento brilhante para o argentino, que se deu ao luxo de driblar um Lafont estupefato antes de tocar para as redes (1-0, 25').

A máquina dos sonhos estava lançada. E a conexão Ney & Messi também! Uma oportunidade para um, uma oportunidade para o outro… E foi precisamente o camisa 10 quem aumentou a vantagem em linda cobrança de falta, fazendo o estádio vibrar pouco antes do intervalo (2-0, 45+5').

De volta dos vestiários, os homens de Galtier continuaram o bom momento, confirmando todos os bons momentos exibidos desde o início do verão. Inclusive os de Sergio Ramos, que havia sido o primeiro a marcar durante a preparação, e que teve o luxo de aumentar a vantagem com um golaço de calcanhar (3-0, 57')!

O cenário então correu sem problemas, e Neymar Jr. terminou de aumentar a conta em um pênalti que ele mesmo havia sofrido (4-0, 81').

O brilho final de um jogo com controle total para nossos parisienses. Aplicados e supermotivados no alvorecer deste novo ano, os campeões franceses não perderam tempo para conquistar este primeiro troféu. Uma primeira pedra que lança as bases para esta temporada 2022-23!