Uma vitória preciosa em Munique!

Equipe principal

O Paris Saint-Germain arrancou uma vitória heroica sobre o Bayern de Munique (2-3) no jogo de ida das quartas de final da UEFA Champions League

Após mostrar toda a sua força contra o FC Barcelona na fase anterior, os parisienses voltaram ao cenário europeu com um novo clássico, agora diante do atual campeão: o Bayern de Munique. Para disputar esta partida sob a neve, Mauricio Pochettino alinhou o que tinha de melhor.

Este remake da última final ofereceu um equilíbrio de poder de alto nível. E o início da partida rapidamente definiu o cenário: se os bávaros atacavam com força, foram os parisienses que encontraram a abertura logo nos primeiros minutos, graças a uma esplêndida ação da dupla Neymar Jr. e Kylian Mbappé, com um passe perfeito do brasileiro para o francês bater seco no cantinho (0-1, 3'/1ºT).

Extrema concentração, sacrifício nos duelos, precisão no uso da bola: sem dúvidas, nossos Rouge et Bleu estavam no tom certo! Convidados a redobrar os esforços na outra ponta do campo para responder à intensa pressão dos bávaros, os defensores parisienses também puderam contar com um gigantesco Keylor Navas, que deu um show para salvar sua equipe (1'/1ºT, 9'/1ºT, 19'/1ºT, 20'/1ºT)! Um esforço que logo foi recompensado. Porque após um novo lançamento milimétrico de Neymar Jr, o capitão Marquinhos aumentou a vantagem com uma finalização cirúrgica (0-2, 27'/1ºT), pouco antes de sair por lesão.

Eric Maxim Choupo-Moting, que conseguiu diminuir a diferença (1-2, 38'/1ºT), concluiu esta primeira parte sem tempo de descanso: com gelo no ar, mas pegando fogo no gramado! E esse ritmo não diminuiu depois do intervalo, muito pelo contrário. Neymar Jr. e Kylian Mbappé continuaram a semear o pânico na defesa bávara (6'/2ºT) e Keylor Navas seguia brilhando (6'/2ºT, 7'/2ºT), mas Thomas Müller arrancou o empate de cabeça (2-2, 15'/2ºT).

Porém, com uma admirável perseverança, nossos parisienses resistiram aos ataques dos donos da Allianz Arena, enquanto tentavam aproveitar cada contra-ataque. E, mais uma vez, os Rouge et Bleu foram premiados! Com um chute indefensável, Kylian Mbappé concluiu magistralmente uma jogada coletiva de muita qualidade (2-3, 22'/2ºT)

Admiráveis para defender juntos, super motivados para atacar juntos: os Rouge et Bleu deram de tudo para resistir aos ataques adversários até o apito final, assinando uma vitória preciosa neste primeiro duelo. Será necessário agora confirmar a vantagem daqui a uma semana, no Parc des Princes!