Tudo sobre Amiens x Paris Saint-Germain!

Equipe principal

Confira tudo o que você precisa saber antes do duelo válido pela 25ª rodada da Ligue 1 2019-2020, entre Amiens e Paris Saint-Germain no Stade de la Licorne

8ª partida oficial entre as duas equipes, com um balanço de seis vitórias para os parisienses e um único empate. O Amiens é a única equipe da Ligue 1 nesta temporada a não ser derrotado pelo Paris em partidas oficiais.

8 jogadores vestiram ambas as camisas: Fabrice Abriel, Mathieu Bodmer, Thierry Carré, Fabrice Fiorèse, Christophe Jallet, Youssouf Mulumbu, Alain Préfaci e Patrice Ségura.
Camille Choquier, Thierry Laurey e Denis Troch foram treinadores do Amiens.

Kylian Mbappé, com quatro gols marcados, é o maior artilheiro do Paris Saint-Germain contra o Amiens. Ele está à frente de Edinson Cavani (três gols).

/media/69715/diapo-amiens-27.jpg

O Paris Saint-Germain vai querer continuar sua série de invencibilidade de 22 partidas oficiais, a quinta melhor série da história do clube ao longo de uma temporada, atrás das 37 partidas de 1993-1994, as 26 partidas de 1985-1986, as 24 partidas de 2015-2016 e as 23 partidas de 2014-2015.

O clube da capital também vai querer continuar sua incrível sequência fora de casa: são 47 jogos oficiais com pelo menos um gol marcado desde o 0x0 em Caen, em 19 de maio de 2018. 

Como visitante, o Paris Saint-Germain está em uma série de seis vitórias consecutivas na Ligue 1 e se aproxima do recorde do nosso campeonato ao longo de uma temporada: oito vitórias para o Olympique de Marselha em 2008-2009 e o próprio Paris Saint- Germain em 2016-2017.

/media/96138/43.jpg

199 gols! Edinson Cavani poderá dar um passo adiante na história do clube ao marcar o seu 200º gol com a camisa Rouge et Bleu. Existem apenas quatro jogadores na história do futebol francês que atingiram essa marca simbólica por um único clube: Roger Courtois no Sochaux (281 gols de 1933 a 1940 e 1945 a 1952), Delio Onnis no Monaco (223 gols de 1973 em 1980), Fleury Di Nallo no Lyon (222 gols de 1960 a 1974) e Hervé Revelli no Saint-Étienne (211 gols de 1966 a 1971 e depois de 1973 a 1978).