Thomas Tuchel: "Ser mais decisivos"

Coletiva de imprensa

Às vésperas de enfrentar o FC Metz, em jogo atrasado da primeira rodada da Ligue 1, o treinador do Paris Saint-Germain respondeu às perguntas dos jornalistas

ELENCO

“Mbappé e Florenzi não estarão disponíveis, além dos três jogadores que foram expulsos contra o Marselha. O resto do grupo está disponível, alguns estão se juntando a nós no treino de hoje, faremos algumas escolhas mais tarde. Navas e Kehrer estão incertos no momento.”

AS SOLUÇÕES CONTRA O METZ

“Desde a retomada, sentimos falta de nossos atacantes. Não tenho certeza se poderíamos ter feito um jogo melhor contra o Marselha. Sabemos que jogamos uma final da Champions League e que não tivemos tempo para nos preparar. Falta-nos um pouco de eficiência e teremos que ser mais decisivos.”

ESTADO DE ESPÍRITO

“Viemos de três derrotas consecutivas, não estamos habituados a isso, mas não podemos perder de vista o contexto. A situação é complicada, mas fizemos boas partidas, sem conseguir o resultado ao final. Não quero focar apenas em resultados, principalmente agora, e não quero falar sobre crise, mas temos que mudar a situação e simplesmente ser melhores.”

MARQUINHOS

“Faz todo sentido que ele use a braçadeira de capitão nesta temporada. O Marquinhos no meio de campo oferece muitas soluções, é capaz de ajudar os zagueiros e ser decisivo na frente. Dada a situação, vamos precisar dele no centro da defesa, mas ele pode fazer as duas coisas, é muito versátil agora. É uma ótima coisa para nós, ele está voltando a treinar e estamos muito felizes com isso.”

MARSELHA

“Nos faltou apenas marcar alguns gols. Controlamos a partida, estivemos bem estruturados em campo, recuperamos 18 bolas no campo adversário, incluindo 11 nos últimos 20 metros. Essas são ótimas estatísticas, mas você também pode perder partidas quando joga bem, o azar também faz parte do jogo. Mas não podemos ficar irritados por muito tempo depois desse resultado, temos que seguir em frente e nos concentrar em nosso futebol."