Thomas Tuchel : "Recuperar a alegria"

Coletiva de imprensa

Às vésperas de enfrentar o Nice, no Parc des Princes, pela 35ª rodada da Ligue 1, Thomas Tuchel concedeu entrevista coletiva à imprensa para falar sobre o confronto.

ESTADO DO GRUPO
"Thiago Silva e Thilo Kehrer serão ausências, Kylian Mbappé está suspenso. Layvin Kurzawa não tem certeza de estar no grupo, vamos esperar pelo treino de hoje, o mesmo para Edi Cavani, mas espero que o resto do grupo esteja disponível. "

NICE
"Nós nos recuperamos muito nos últimos dias, porque jogamos 120 minutos no sábado, depois na terça-feira 90 em Montpellier, os jogadores estão um pouco cansados. Hoje, vamos nos concentrar em encontrar a alegria com a bola e nos preparar para esta partida contra o Nice. Esperamos uma partida difícil, claro, é uma equipe que tem personalidade, com jogadores como Dante, por exemplo, e muito talento individual, com Saint-Maximin e Atal. É um time que joga de forma fluente e agressiva, com um futebol muito bom. É nosso desafio amanhã. "

O FIM DA TEMPORADA
"Temos muitos jogadores lesionados, Kylian está suspenso, também estamos à espera sobre Neymar ... temos muitos jogadores importantes ausentes. Nós já somos campeões, trabalhamos muito e mostramos grandes coisas para alcançar esse título. Havia muitos obstáculos a superar e existem outros hoje. Estamos em uma fase um pouco estranha, com a final perdida, muitos jogadores lesionados ... falta um pouco de competitividade dentro do grupo. Mas os jogadores são humanos, não estamos em nossa forma máxima, a concentração não é a mesma porque já somos campeões. Mas nosso objetivo é que todos mostrem uma boa mentalidade, é normal querer isso quando você joga pelo Paris Saint-Germain. "

TORCIDA
"Houve reações após a eliminação contra o Manchester, não sei se isso nos ajudou, mas sabemos que os torcedores podem expressar sua insatisfação. Jogamos uma final, estávamos liderando por 2 a 0 e perdemos... a culpa é nossa, temos que aceitar as reações dos torcedores ".

TREINADOR FAVORITO AO TROFÉU UNFP ?
"Cada treinador tem um estilo diferente, jogadores diferentes ... para mim é impossível dizer quem fez o melhor trabalho. Cada clube tem suas particularidades. É difícil julgar porque cada caso é diferente, todos nós temos dificuldades para superar. Eu tenho muito respeito por todos os meus colegas, então não tenho favoritos. "