Thomas Tuchel: "Espero um jogo muito intenso"

Coletiva de imprensa

Na véspera da primeira partida fora de casa da temporada contra o Rennes, o técnico do Paris Saint-Germain falou em coletiva de imprensa. Confira alguns destaques

O GRUPO CONTRA O RENNES

"Layvin Kurzawa está doente, Ander Herrera e Thilo Kehrer estão lesionados. Neymar Jr. não estará disponível também. Ele começou o treino do dia com o grupo, mas terminou esta sessão com um trabalho individualizado. Nada mudou em relação a Ney: ele continua sendo meu jogador, e quando penso em uma equipe forte do Paris Saint-Germain, penso em uma equipe com um Neymar Jr. em um bom estado de espírito, livre, que multiplica as arrancadas e dribles, atuando no seu melhor nível por 90 minutos. Quanto a Presnel Kimpembe, ele teve uma boa semana de treinamento, mas é um pouco cedo demais para lançá-lo nesta partida. Ainda vamos esperar até a próxima semana para reintegrá-lo à equipe."

RENNES NOVAMENTE

"Sim, vamos enfrentar o Rennes novamente! Há duas semanas, em Shenzhen, o duelo foi duro, complicado diante dessa disciplinada e corajosa equipe do Rennes. Estou convencido de que depois do Troféu dos Campeões (2x1), o Stade Rennais vai querer começar bem a temporada em casa. Será então um desafio para nós, espero um jogo muito intenso de nossa parte, mesmo que nunca seja fácil controlar o jogo contra essa equipe. Devemos aproveitar esta oportunidade para melhorar."

IDRISSA GUEYE

"A integração de Idrissa é facilitada pelo fato de ele falar francês e inglês. Ele é um jogador muito educado, muito humilde também, e isso contribui para a sua boa aclimatação no grupo. Ele tem que se adaptar ao nosso estilo, integrar os exercícios propostos diariamente aos treinamentos, assimilar os nossos princípios de jogo. Idrissa é muito atencioso, mas ainda é um pouco cedo para integrá-lo na equipe, mesmo se ele viajar conosco para Rennes. Idrissa pode evoluir como primeiro ou segundo volante em campo. Trata-se de um meio-campista defensivo, que está aqui para roubar bolas, fechar espaços e ajudar o coletivo. Este é o seu perfil e o que espero dele aqui."

OS PRIMEIROS PASSOS DE ABDOU DIALLO

"Estou feliz com o que ele conseguiu desde a sua chegada. Ele deve obviamente se encaixar em um novo grupo, tanto no vestiário quanto em campo. Diante do Nîmes no último final de semana (3x0), ele foi titular e isso deu obviamente um pouco de pressão ao atuar no Parc des Princes, com essa camisa. Abdou é muito ambicioso, ele exibe muitas qualidades nos treinos, um bom estado de espírito também, gosto disso. Ele quer melhorar, progredir e é muito aberto para discussões ou explicações, vídeos de apoio. Estou muito satisfeito com ele."

O POSICIONAMENTO DE MARQUINHOS

"Eu acho que Marqui está agora acostumado a atuar como primeiro-volante, ele se sente confortável nesta posição, adiquirindo confiança nesse papel. No começo, ele só se imaginava como zagueiro, mas hoje ele aprecia atuar no meio. Como volante, ele pode ter uma influência permanente no jogo e podemos apreciar o seu incrível potencial! Na defesa ou pouco mais à frente, a observação é idêntica: Marqui não tem limite, ele atua no mais alto nível possível. No meio de campo, temos várias opções. Marqui é precioso para correr ao máximo, ganhar duelos de cabeça, voltar à cobertura defensiva. Também podemos contar com a qualidade dos passes de Leandro Paredes, que aceleram o jogo, e esperamos lançar Idrissa Gueye, para que ele se torne também um jogador importante no nosso meio de campo."

DI MARÍA JÁ DECISIVO

"Sim, Ángel ainda pode progredir... mas será difícil, considerando o nível que já mostra (risos)! Daremos de tudo para que ele se sinta bem, esteja afiado e seja o mesmo Ángel da última temporada, ou seja, um excelente jogador, muito decisivo e sempre confiável. Ele não começou no Troféu dos Campeões e contra o Nîmes, mas ele marcou cada vez que entrou em campo, anotando gols importantes. Estou atento e não vou correr nenhum risco em relação a Ángel. Portanto, não é certo que ele vá começar como titular amanhã contra o Rennes."

SEMANA DE TRABALHO

"Esta semana foi complicada, porque muitos jogadores se juntaram à equipe em momentos diferentes. Por isso, não foi fácil encontrar o equilíbrio certo, mas ainda assim decidimos agendar um treinamento duplo na quarta-feira. O grupo estava um pouco cansado, mas faz sentido nesta época da temporada, já que a fase de preparação continua. Neste sábado, nós colocamos muita intensidade no treinamento, isso era necessário na véspera do jogo no Roazhon Park. Estamos convencidos de que estamos prontos para aceitar esse desafio. Até o final de agosto, continuaremos aumentando o volume para melhorar nossa resistência."