Thomas Tuchel: "É difícil aceitar"

Reações

O treinador parisiense e Presnel Kimpembe falaram após a derrota na noite de domingo contra o Olympique de Marselha (0x1)

Thomas Tuchel (Treinador do Paris Saint-Germain)

"Não foi complicado. Fomos a melhor equipe, tanto técnica quanto fisicamente. Claramente a melhor equipe. Esperava um jogo mais complicado, e não foi. A única coisa é que nos faltou um gol e às vezes no futebol é difícil aceitar e entender porque perdemos um jogo como esse, sem motivo real. Não vamos encontrar nenhum outro motivo em campo além do azar. Os últimos três minutos foram demais, nossas reações foram demais. Quem esteve no estádio sabe que esta situação começou desde o início e piorou, mas também é nossa culpa.

Os cartões? Somos nós que vamos sofrer agora com estes três cartões vermelhos, é demais, não gosto e odeio este resultado. Mas gostei de como jogamos, de nossa estrutura, de nossa mentalidade, de nossas recuperações muito altas. Vimos desempenhos individuais muito bons e um desempenho coletivo satisfatório."

/media/186482/papier-om-23.jpg

Presnel Kimpembe (Defensor do Paris Saint-Germain)

"É difícil de engolir. Fizemos um bom jogo no geral, não conseguimos concretizar nossas chances e é uma derrota que dói, por um a zero. Diremos que foi azar, e paramos em um grande Mandanda. Não há muito o que dizer, foi difícil não marcar gols, e teremos que enfrentar isso.”