O LOSC supera o Paris

Equipe principal

Uma partida a ser classificada rapidamente no departamento de memórias ruins. É assim que  podemos definir a noite atravessada pelos parisienses, que perderam o norte no espaço de 91 minutos

Um mau presságio: de entrada, esta noite de L1 começou com frustração, com o gol de Mbappé sendo anulado (2’/1ºT). Outro pressentimento ruim: o Lille abriu o placar em uma reviravolta do destino, com Meunier involuntariamente enganando Areola após cruzamento de Ikoné (1x0, 7’/1ºT). 3 minutos e 30 segundo se passaram, e uma luz surgiu no céu parisiense, quando Mbappé mandou com classe uma bola para Bernat anotar o seu primeiro gol na L1 (1x1, 11’/1ºT). Kylian chegou a comemorar novamente ao bater na saída de Maignan, mas novamente o gol foi anulado por impedimento (13’/1ºT). Uma falsa alegria dupla que combinava com uma verdadeira preocupação dupla, já que Thiago Silva (14’/1ºT) e depois Meunier (24’/1ºT) se lesionaram e tiveram que sair prematuramente. E a situação piorou quando Bernat foi expulso após falta em Pépé (36’/1ºT).

20 minutos de fúria do Lille

Depois do intervalo, Pépé apareceu novamente ao dar a vantagem ao LOSC, após passe de Ikoné (2x1, 6’/2ºT). Os Dogues estavam com fome e aproveitaram este momento para marcar no chute seco de Bamba (3x1, 20’/2ºT) e na cabeçada de Gabriel (4x1, 26’/2ºT). Areola ainda evitou o pior ao sair nos pés de Pépé (29’/2ºT) e espalmar o míssil de Bamba (38’/2ºT). Mas não foi o suficiente para abafar a fúria dos donos da casa, já que José Fonte aumentou novamente de cabeça (5x1, 39’/2ºT).

Com 10 contra 11,além de vários desfalques, o Paris Saint-Germain registrou sua segunda derrota na L1. Sim, a festa de comemoração da 8ª estrela foi adiada. Nos vemos na quarta-feira (17) contra o Nantes, para levantar a cabeça. Com os olhos fixos na taça.