Mauricio Pochettino: "Acreditar em nós"

Coletiva de imprensa

O treinador do Paris Saint-Germain respondeu aos jornalistas na véspera do confronto contra o Manchester City, pelas semifinais da UEFA Champions League

AS FORÇAS E O SISTEMA

"Temos que ver em relação ao Kylian Mbappé, ele vai fazer uma sessão individual esta noite, para ver se conseguirá estar na equipe amanhã. Vamos tomar uma decisão esta noite. O sistema será semelhante ao que usamos desde o início, ou seja, ter confiança no nosso potencial."

O JOGO

"Temos que encontrar o equilíbrio entre a posse e os contra-ataques. Estamos prontos para sofrer em alguns momentos desta partida, teremos que ser cirúrgicos, agressivos e deveremos estar presentes durante os 90 minutos. Temos que fazer dois gols para chegar à final, e é isso o que vamos buscar."

CHEGAR À FINAL

"Jogar uma semifinal é muito difícil. Uma final é disputada em uma partida, a carga emocional em duas partidas é difícil de administrar. Eles têm a vantagem no placar, sabemos que teremos que arriscar, e acima de tudo ser corajosos. Será uma batalha grande e difícil novamente, mas estaremos prontos."

AS CHAVES DO JOGO

"É difícil falar sobre as chaves do jogo de amanhã. Existem muitos fatores que entram em campo. E, acima de tudo, há a carga emocional. Há muitas coisas a serem consideradas. Não é apenas o aspecto tático, ou o treinamento que será utilizado. É difícil calcular tudo antes dessas partidas."

FILOSOFIA DE JOGO

"Estamos tentando instalar uma filosofia de jogo aqui há quatro meses. É um longo processo, mas vencemos o Barça e o Bayern. Estamos aqui porque merecemos, e o Manchester City também. Depois da Copa do Mundo, é a competição de maior prestígio. É um grande desafio querer vencer. Ganhar a Champions League com o Paris seria incrível, os jogadores sabem o que isso pode significar. Devemos acreditar em nós mesmos e aceitar este desafio."