Marquinhos : "Temos que ganhar essa final"

Coletiva de imprensa

Após o seu treinador, Marquinhos concedeu coletiva, no auditório do Stade de France. Na véspera de participar da sua quinta final de Coupe de France, o brasileiro mostra uma determinação intacta. Confira trechos.

A COPA, ESFORÇO COLETIVO
"Neste final de temporada, temos dois objetivos a cumprir: conquistar o campeonato em grande estilo - o que fizemos e ganhar a Coupe de France. Ela está ali, então temos que nos doar ao máximo para estarmos focados e conquistar esse novo título. Temos que ganhar. Podemos valorizar as taças já conquistadas, como a Ligue 1 e o Trophée des Champions, mas sabemos das ambições do clube." 

FAVORITOS?
"Sendo favoritos ou não, não há muita diferença. Uma coisa que conta: a verdade em campo. Troféus conquistados, história, tudo está fora do campo. Em uma final, cada time tem 50% de chance de ganhar. Todas as finais são difíceis, cada final tem seu contexto, sua importância. Amanhã, temos que vencer. "

O CAPITÃO
"Não sei se serei capitão amanhã, teremos que ver se Thiago Silva está disponível ou não. É uma enorme responsabilidade usar a braçadeira de capitão, é também uma questão de honra também com a camisa do Paris Saint-Germain. Nesse papel, eu tenho que estar o mais disponível possível para o grupo. Nesta temporada, ser capitão tem sido uma grande experiência para mim. Mesmo quando tivemos tempos difíceis, você tem que estar lá para seus companheiros de equipe e eu acho que me ajudou a melhorar muito. Você tem que sempre tentar ser positivo, porque é quando os tempos são difíceis que você analisa as coisas para melhorar, para seguir em frente ".


RETORNO AO STADE DE FRANCE
"É claro que estou feliz por estar de volta aqui. Você joga em um ambiente diferente e quando joga no Stade de France, significa que é um grande evento. Amanhã, metade do estádio será parisiense, a outra metade do Rennes, será magnífico. Eu tenho ótimas lembranças daqui, porque cada vez que venho aqui nos últimos anos, o Paris Saint-Germain venceu ... "

RENNES
"O Rennes nos causou muitos problemas quando jogamos contra eles nesta temporada. O time tem um bom estilo de jogo feito de ataques rápidos. Eles têm bons jogadores que avançam rapidamente no contra-ataque. Para enfrentar isso, teremos que pressionar muito e estar bem organizados defensivamente, também vamos enfrentar Hatem Ben Arfa, que conhecemos bem. Ele e outros jogadores do Rennes podem fazer a diferença, mas nós temos que pensar neles como um time. Também é o caso para nós, teremos que nos ajudar em campo, os atacantes terão que apoiar os defensores e o contrário também. É assim que vamos vencer a partida, unidos ".

SEU ESTADO
"Após esta lesão contra o Nantes nas semifinais da Coupe de France (3-0), os exames me tranquilizaram. Eu só tive que me doar 100% com os fisioterapeutas e médicos para estar aqui. Confiei neles e hoje estou muito feliz de estar bem. Obviamente, quando uma final está se aproximando, você sempre se pergunta se estará recuperado a tempo, mas é passado. "

SEUS COMPATRIOTAS NEYMAR JR E THIAGO SILVA
"Ney é um jogador muito importante para a equipe e o clube. Você vê em campo: ele é um jogador com personalidade e grande qualidade. Ele está voltando depois de uma longa lesão e estamos muito felizes por ele estar de volta. Sobre o Thiago Silva... ele transmite a sua força em campo, organiza o jogo, assume a responsabilidade de ser capitão, me ajuda muito a evoluir ao seu lado."