Marco Verratti: "Um objetivo duplo"

Entrevistas

O meio-campista do Paris Saint-Germain falou sobre os desafios que aguardam os parisienses, com a chegada do novo técnico Mauricio Pochettino e, claro, o Troféu dos Campeões contra o OM

Marco, como está a equipe no início do ano?
"A pausa nos fez bem. Mesmo sendo curta, trabalhamos um pouco do nosso lado para estar o melhor possível na reapresentação. As partidas estão acontecendo em sequência, mas é igual para todas as equipes. Vemos isso em toda a Europa, há muitas lesões. Você tem que jogar quase a cada três dias, não é fácil para ninguém."

Em um nível pessoal, como você está fisicamente?
"Eu me sinto muito bem. Alcançamos nossa forma ideal quando disputamos os jogos por completo. Este é o meu caso agora, e estou me recuperando rapidamente. Temos que prestar atenção em muitos aspectos, mas está tudo indo bem e estou muito feliz."

"Buscar este primeiro troféu da temporada"

Teremos Paris x Marselha na quarta-feira, e sabemos como estes jogos são sempre especiais...
"Desde os meus primeiros momentos aqui, soube da rivalidade com o Marselha. É algo importante para todos no clube. E tentamos transmitir isso aos jogadores que virão a seguir. É um jogo diferente, que significa muito para os fãs. A torcida e nós somos uma família, por isso sempre temos que dar um pouco mais quando jogamos contra o Marselha, e quando vestimos esta camisa a rivalidade ganha todo o seu significado. Mas acima de tudo teremos que manter a calma, pensar no jogo e trabalhar muito para conquistar esse primeiro troféu da temporada."

A derrota em setembro contra o OM é uma fonte de motivação adicional?
"Ganhamos muito contra eles, todas as vezes que os recebemos. Perdemos o último jogo, embora provavelmente merecêssemos mais, dadas as oportunidades que tivemos. Perdemos porque saímos do jogo. Na quarta-feira, teremos que nos concentrar no que sabemos fazer: jogar futebol e ganhar troféus. E contra o Marselha, o objetivo é duplo."

O recorde de Verratti
7 vitórias no Troféu dos Campeões

Você é o detentor do recorde de vitórias no Troféu dos Campeões. Isso é um motivo de orgulho?
"Ganhei todos os Troféus dos Campeões que disputei. Adoro esta competição e espero poder continuar assim. O mais importante aqui é ganhar títulos, mais do que recordes pessoais. "

O novo ano também começou com um novo treinador...
"O treinador era um jogador de alto nível, ele sabe como é difícil mudar ou assimilar tudo em uma semana. Ele nos faz passar seus preceitos aos poucos, para que não tenhamos muitas informações ao mesmo tempo, para que possamos jogar da melhor forma em campo, e o mais rápido possível. Ele é muito atencioso com os seus jogadores, mas é um treinador muito exigente. Ele quer que sempre dêmos o nosso máximo e tenhamos uma atitude positiva. Ainda estamos nos conhecendo, mas acho que rapidamente implementaremos toda a sua filosofia."