Declaração de Nasser Al-Khelaifi após a sua reeleição ao Comitê Executivo da UEFA até 2024

Clube

Nasser Al-Khelaifi, Presidente e CEO do Paris Saint-Germain, foi reeleito para o Comitê Executivo da UEFA como representante da European Club Association (ECA) para um novo mandato de três anos

Em declaração ao final do 45º Congresso Ordinário da UEFA em Montreux, na Suíça, Nasser Al-Khelaifi afirmou: "Estou honrado com a confiança que os meus colegas da ECA depositaram em mim para os representar no Comitê Executivo da UEFA. O futebol europeu está em um momento crucial, em que todas as partes interessadas devem trabalhar juntas, de boa fé, para proteger o esporte que todos amamos".

Comentando sobre a posição do clube em relação aos últimos desenvolvimentos nas competições europeias de clubes, Nasser Al-Khelaifi acrescentou:

"O Paris Saint-Germain tem a firme convicção de que o futebol é um esporte para todos. Tenho sido constante neste ponto desde o início. É preciso lembrar que, como clube de futebol, somos uma família e uma comunidade, cujo coração é constituído de nossos torcedores, devemos nos lembrar disso.

Há uma necessidade clara de mudar o modelo de competição existente da UEFA, e a proposta apresentada ontem pela UEFA, que conclui 24 meses de consulta aprofundada a todo o panorama do futebol europeu, vai nessa direção. Acreditamos que qualquer proposta sem o apoio da UEFA - uma organização que se empenha em promover os interesses do futebol europeu há quase 70 anos - não resolve os problemas que a comunidade futebolística enfrenta atualmente, mas ao contrário, ela é motivada por interesses pessoais. O Paris Saint-Germain continuará a trabalhar com a UEFA, a Associação Europeia de Clubes e todas as partes interessadas no futebol europeu com base nos princípios da boa fé, dignidade e respeito por cada um".