Começando o ano com o pé direito

Equipe première

O contexto:

Thiago Silva, Ney, Mbappé: Thomas Tuchel escalou seus pilares nesta primeira partida após as férias, como se mandasse um sinal inicial. Em 2019, os parisienses vão disputar todas as frentes, começando pela "sua" Copa da França, na qualidade de atuais tetracampeões consecutivos! Em busca de sua 25ª vitória seguida na competição, os Rouge et Bleu eram os grandes favoritos contra o Pontivy (N3), que estava disputando "o jogo de sua vida". Davi contra Golias?

Os destaques:

O Pontivy permaneceu na disputa diante dos gigantes parisienses por 70 minutos, provavelmente impulsionado pela "magia da Copa". Em Paris, conhecemos bem nossos magos da bola, começando com Neymar Jr! Mas no início, foi outro gênio, Mbappé, que fez o goleiro Daoudou trabalhar (19’/1ºT). E então, nós descobrimos que o autor do primeiro gol parisiense em 2019 foi um adversário, com Jule desviando contra a própria meta, após jogada de Ney (0x1, 24’/1ºT)! Sempre regendo a equipe, o brasileiro encontrou a trave na sequência em cobrança de falta, e Nkunku teve gol anulado na continuidade (31’/1ºT). No intervalo, os Rouge et Bleu certamente não fizeram o placar que queriam, com o Pontivy parecendo já ter consumido muita energia.

A tendência se confirmou após o intervalo: com menos força fisicamente, os adversários deixaram mais espaços. Certamente inspirado esta noite, o goleiro Daoudou fez bela defesa diante de Draxler (23’/2ºT), mas Ney, após tabela com Diaby, balançou a rede na entrada da pequena área (0x2, 25’/2ºT)! Depois foi a vez de Mbappé sofrer um pênalti e cobrar para aumentar a vantagem (0x3, 32’/2ºT). Para fechar, Ney deu passe para Draxler, que concluiu com uma linda cavadinha sob o goleiro (0x4, 42’/2ºT). Quatro divisões de diferença, quatro gols de vantagem: o Paris Saint-Germain não caiu na armadilha.

Um parisiense no jogo: Neymar

Ele foi a atração número um no Stade du Moustoir, sendo o maior responsável por este primeiro sucesso do ano! Tecnicamente incrível, Ney esteve na origem de três dos quatro gols e terminou a partida com mais um gol e uma assistência. Em seu 50º jogo com a camisa parisiense, o craque anotou o seu gol de número 45 pelo clube. E ainda restam cinco meses de competição nesta temporada...

Uma palavra: Retorno

247 dias após sua última aparição em jogos oficiais (em maio de 2018), Layvin Kurzawa está de volta! Escalado na ala esquerda, o francês disputou 62 minutos. Uma curiosidade: ele começou um novo capítulo de sua aventura parisiense no Moustoir... O mesmo lugar onde começou sua carreira na L1 (com o Monaco, em 2010).

Próximos desafios:

Enquanto espera para conhecer seu futuro adversário na fase de 16 avos de final deste torneio (partida em 22 ou 23/01), os parisienses não descansarão. Na quarta-feira (9), os Rouge et Bleu voltarão a disputar uma partida de mata-mata contra um adversário bretão – o Guingamp, pelas quartas de final da Copa da Liga! Objetivo: passar para as semifinais e registrar sua 22ª vitória consecutiva na Copa da Liga, para este batismo de fogo em 2019 no Parc!