Christophe Galtier: "Um grande duelo"

Coletiva de imprensa

O técnico do Paris Saint-Germain respondeu a perguntas da PSG TV e da imprensa na véspera da partida contra o Lyon, no Groupama Stadium de Décines-Charpieux

MACCABI HAIFA

"Eu revi a partida contra o Maccabi Haifa. Teve a viagem, muito longa, com mais duas horas de ônibus. Havia também o calor. Tivemos uma boa meia hora onde estávamos em grandes apuros. Tivemos muitos erros técnicos, não é normal. No segundo tempo, tendo conversado bastante durante o intervalo com os jogadores, tivemos um time menos dividido. Os três da frente podem ser decisivos a qualquer momento."

LYON

"Não pode haver relaxamento contra tal adversário e tal equipe. Acho que o Lyon nos pressionará. Será um jogo intenso. Haverá um equilíbrio de poder desde o início da partida. O objetivo é vencer. Todo mundo está bem, todos querem disputar este jogo. É um grande duelo. Conhecendo a filosofia de Peter Bosz, acho que ele vai manter o que gosta de fazer, com um time muito ofensivo, que vai nos pressionar. Será uma partida intensa, em um ótimo ambiente. Teremos que saber jogar sob pressão e impor nosso jogo, o objetivo é vencer e para isso teremos que fazer uma grande partida."

A DUPLA VERRATTI E VITINHA

"Estou obviamente satisfeito com a associação deles. São dois jogadores com muita atividade, volume e muito bons futebolistas. É importante tê-los no centro do jogo. Se não defendermos juntos, eles podem ter problemas. Podemos jogar com três jogadores no meio, eles vêm atuando muito. Ainda não tomei minha decisão para o meio de campo no domingo."

HUGO EKITIKE

"Ele tem um potencial incrível e está conhecendo o mais alto nível. Ele levou algumas sessões para se orientar em campo, mas está progredindo. Os bons momentos virão muito rapidamente, eu disse a ele. Em breve ele terá muito mais tempo de jogo."