50 jogos lendários: Steaua Bucareste, uma história louca!

Equipe principal

Como parte do 50º aniversário do clube da capital, o PSG.FR convida você a reviver algumas das melhores partidas da história do Paris Saint-Germain. Hoje, temos a incrível história do duplo confronto contra o Steaua Bucareste, pela UEFA Champions League

No jogo de ida desta fase preliminar da Liga dos Campeões de 1997-1998, o cenário foi louco, teatral... Durante a partida na Romênia, o Paris Saint-Germain foi derrotado em campo por 3x2, mas acabou perdendo a partida por 3x0 no tapetão por jogar com Laurent Fournier, que estava suspenso. Um erro administrativo que poderia custar ao clube da capital 70 milhões de francos, em caso de não classificação...

Apesar disso, o Paris acreditava em um milagre no jogo de volta e pôde contar com a determinação de seus jogadores, prontos para a façanha. Assim que o veredicto foi anunciado, o capitão Raí mobilizou suas tropas e mostrou confiança: "Podemos entrar para a história! Sinto o cheiro de algo, um fervor, o cheiro da vitória."

/media/120891/pap-2-steaua-97.jpg

Ricardo Gomes escalou uma equipe resolutamente ofensiva, com um ataque composto por Raí, Leonardo, Gava, Simone e Maurice. A chuva que caía na capital francesa não impediu que os Rouge et Bleu pressionassem o gol romeno desde o início. Após apenas dois minutos de jogo, Florian Maurice foi puxado pela camisa na grande área. O árbitro marcou a penalidade que Raí, apesar da pressão, converteu sem tremer (1x0, 2'/1ºT). Os romenos eram incapazes de reagir, asfixiados pelo ritmo estabelecido pelos Rouge et Bleu. E o Paris logo aumentou, em escanteio cobrado por Leonardo que Raí, sempre ele, cabeceou na primeira trave para o fundo da rede (2x0, 23'/1ºT).

Leonardo, mais uma vez decisivo, cruzou para Marco Simone, e o atacante parisiense dominou antes de bater para o gol (3x0, 32'/1ºT). Após trinta minutos de jogo, a classificação já estava nas mãos dos parisienses! O quarto gol ocorreu ao final de uma jogada coletiva excepcional: Paul Le Guen, perto da bandeira de escanteio, lançou Simone, que tocou de letra em direção a Leonardo, que imediatamente passou para Maurice no meio. Ninguém pegou o atacante parisiense, vitorioso em seu duelo contra Ritli (4x0, 41'/1ºT).

/media/123922/papier-3.jpg

E ainda deu tempo para Raí anotar um "hat-trick", desviando de cabeça uma cobrança de falta do seu amigo Leonardo (5x0, 11'/1ºT). O Steaua Bucareste estava definitivamente derrotado, com uma incrível virada do Paris Saint-Germain, que se classificou para a Liga dos Campeões. O presidente da época, Michel Denisot, prestou uma vibrante homenagem ao público no Parc des Princes: “Esta noite, eles foram maiores do que nunca!"

/media/123927/papier-4.jpg

PARIS SAINT-GERMAIN 5x0 STEAUA BUCAREST
UEFA Champions League - Fase preliminar - Jogo de Volta
27 de agosto de 1997 - Parc des Princes (Paris)
Árbitro: Jol
Gols: Raí (2'/1ºT, 23'/1ºT, 11'/2ºT), Simone (31'/1ºT) e Maurice (41'/1ºT).
PARIS SAINT-GERMAIN: Revault - Algérino, Le Guen, Roche, Domi - Ngotty - Gava, Raí (c), Leonardo - Simone, Maurice (Leroy, 76e). Treinador: Ricardo Gomes
STEAUA BUCAREST: Ritli - Reghecampf, Csik, Rachita, Baciu (Ciocoiu, 22'/2ºT), Miu - Rotariu (c) - Serban (Munteanu, 26'/2ºT), Milataru, Nagy (Hrib, 33'/1ºT) - Rosu. Treinador: Stoichita.