"Todos nós permanecemos unidos e solidários"

Clube

Youri, presidente do PSG Fã-Clube de Nova York, conta como é vivida a quarentena nos Estados Unidos e o impacto da crise sanitária em sua vida cotidiana

Desde o aparecimento do COVID-19, o mundo inteiro parou. E o fã-clube do Paris Saint-Germain de Nova York, presidido por Youri, não é exceção. "Nos Estados Unidos, não houve nenhum anúncio oficial do governo sobre quarentena. Mas as empresas tomaram a iniciativa de pedir aos funcionários que trabalhassem em casa. Estamos, portanto, em nossa segunda semana de quarentena 'não obrigatória'. Em Nova York, empresas, restaurantes, bares e boates fecharam. Farmácias e supermercados ainda estão abertos. Eu andei um pouco pela cidade para coletar documentos no trabalho, e é realmente uma cidade fantasma! Eu nunca tinha visto algo assim."

/media/125224/img_5673.jpg

Antes de entrar nesta crise, os torcedores parisienses puderam aproveitar a classificação do clube para as quartas de final da Liga dos Campeões da UEFA. "Foi uma loucura depois dessa vitória sobre o Dortmund. Muitas pessoas viajariam para assistir à partida em Paris. Então, todos nós nos reunimos para assistir ao jogo. Foi um verdadeiro momento de união e celebração, com uma atmosfera excepcional. Todos fomos jantar depois da partida para comemorar a vitória do Paris Saint-Germain. Essa vitória é super importante para o resto da competição. Nossos objetivos não mudam apesar dessa pausa, e queremos que o clube conquiste o maior número possível de troféus."

Apesar da ausência de uma partida e de qualquer notícia sobre o clube do coração, os membros do fã-clube de Nova York mantêm contato. "Em termos de relacionamento humano e social, estamos isolados de todas as atividades e isso é o mais perturbador. Depois, do ponto de vista esportivo, é super frustrante, porque nada está acontecendo mais. Não há mais uma partida, por isso não nos reunimos mais com o fã-clube. Quando nos encontramos com nossos amigos e membros do clube neste período de março a abril com os jogos das copas, nos vemos duas vezes por semana, no mínimo. Agora, nos vemos há duas semanas, estamos usando o Skype, tentando ligar um para o outro. Como somos muito ativos, o grupo continua a conversar."

/media/125226/img_4635.jpg

O fuso horário não impede que Youri também mantenha contato com familiares e amigos parisienses. “Todos nós permanecemos unidos e solidários, porque alguns de nossos amigos foram afetados pelo COVID-19. Portanto, mantemos contato com a França, porque somos necessariamente afetados pelo que está acontecendo em nosso país. Mas, por enquanto, todo mundo está indo bem. Agora, temos que aplicar as regras e ficar em casa para combater esse vírus."

Diante desta crise, Youri quer enviar uma última mensagem: "Desejo que todos os torcedores e todo mundo esteja saudável. Tome as medidas necessárias para combater esse vírus. E nunca deixe de lado seu amor pelo PSG! Tivemos nossos altos e baixos em nossa história, mas o futuro está à frente, esperando que seja o nosso ano na Liga dos Campeões".