Rabiot: ‘Neymar vai se integrar facilmente’

Autor do gol do título no Troféu dos Campeões e titular diante do Amiens, Adrien Rabiot falou conosco sobre seu início de temporada, o duelo com o Guingamp e, claro, a chegada de Neymar ao elenco parisiense

Adrien, para começar, como foi para você a chegada de Neymar Jr. na semana passada e toda a agitação que isso acarretou?

"É verdade que a chegada de Neymar fez barulho. As pessoas estão felizes, e isso ressoou ao redor do mundo. Os torcedores correram para garantir sua camisa. Isso ganhou muito destaque nos meios de comunicação, mas na equipe estávamos focados neste primeiro jogo contra o Amiens. Queríamos começar com um bom resultado em casa. Mas estamos contentes, porque se trata de um grande jogador, ele vai trazer um algo a mais para a equipe e nos ajudar em nossos objetivos. Ele irá se integrar facilmente, com a presença dos jogadores brasileiros, e, além disso, ele é jovem, temos os mesmos interesses, por isso tenho certeza de que se ele integrará bem ao elenco."

Qual a importância de começar a Ligue 1 com essa vitória diante do Amiens (2x0)?

"Sabemos que temos de começar da melhor maneira. Na temporada passada nós vimos isso, não começamos como queríamos e depois tivemos que correr atrás constantemente do pelotão da frente. Devemos rapidamente assumir a liderança e, em seguida, manter nosso nível de performance. Mas estreamos da melhor maneira possível."

Rabiot: ‘Neymar vai se integrar facilmente’

O próximo desafio agora será o Guingamp, uma equipe que nos causou problemas na temporada passada...

"Há jogos como esse que são muito difíceis. Não são necessariamente as maiores equipes no papel, mas sabemos que no futebol o menor pode bater o maior. É preciso apenas de um momento de desconcentração, diante de uma equipe muito motivada. Isso já aconteceu contra nós. Temos de aprender com os nossos erros e atuar da maneira certa."

Você marcou o gol do título no Troféu dos Campeões (2x1) há duas semanas. Você tem recebido conselhos para atuar mais adiantado em campo e ser mais decisivo?

"É importante ser decisivo, seja para um atacante, um meio-campista ou até mesmo um defensor. Temos o desejo de marcar gols e ajudar os companheiros. Conversamos com o treinador e definimos algumas metas. Ele quer que eu faça mais gols, me disse que tenho capacidade para isso, o que é algo bom, ele me motiva e isso fez a diferença no jogo contra o Monaco pelo Troféu dos Campeões. Quando somos forçados a progredir, certamente conseguimos."