Dani Alves, o 30º brasileiro do Paris

Com a assinatura de Daniel Alves, Paris acumula um total de 30 brasileiros em sua história, confirmando um laço histórico entre o clube da capital e o Brasil
Dani Alves, o 30º brasileiro do Paris

Uma tradição que começou em 1972 com a assinatura de Joel Camargo, campeão do mundo em 1970. Na época, o Paris também desejava assinar com o Rei Pelé, que estava no seu auge, chegou a ter acordo com o Santos, mas Pelé recusou a oferta, optando por permanecer no Brasil com sua família. Desde a primeira transferência, muitos outros brasileiros encantaram os fãs do clube, que não se esquecem da dupla composta pelos craques Valdo e Ricardo, que chegaram do Benfica em 1991.

A dupla tornou-se um trio quando o capitão inesquecível Rai chegou e ganhou tudo com Paris entre 1993 e 1998. Alguns anos depois, Paris assinou com o mago Ronaldinho, que reinou sobre os Classicos de 2001 a 2003 e, mais recentemente buscou David Luiz, Thiago Silva, Marquinhos, Lucas e o recém-aposentado Maxwell. Quatro campeões mundiais brasileiros usaram a camisa parisiense: Joel Camargo (1970), Raí (1994), Ronaldinho e Vampeta (2002).

Trinta jogadores brasileiros em 47 anos: excepcional e incomparável no futebol francês. Paris ultrapassou Marselha (23 jogadores brasileiros), Bordeaux (20), Monaco (18), Lyon (16), Saint-Étienne (13) e Nice (11). E, fora da França, a tendência continua: Paris Saint-Germain teve mais brasileiros do que o FC Barcelona (24 jogadores) e o Real Madrid (23), dois clubes renomados por sempre ter um talento brasileiro. O vínculo entre Paris e o Brasil é incomparável na França, mas também está longe de terminar, como comprova a nova camisa reserva, em homenagem às estrelas brasileiras do clube.

Dani Alves, o 30º brasileiro do Paris

Os jogadores brasileiros que passaram pelos maiores clubes franceses:

Paris Saint-Germain (30): Abel Braga, Adailton, Alex Costa, Alex Dias, José Aloisio, André Luiz, Dani Alves, Joel Camargo, Marcos Ceara, Cesar, Christian, David Luiz, Edmilson, Everton, Geraldao, Leonardo, Lucas, Marquinhos, Maxwell, Armando Monteiro, Nene, Paulo César, Raí, Reinaldo, Ricardo, Ronaldinho, Souza, Thiago Silva, Valdo, Vampeta.
Marselha (23): Carlos Adriano, Sonny Anderson, Andrade, André Luis, André Luiz, Brandao, Pires Constantino, Eduardo Costa, Cruz, Dill, Doria, Edson Da Silva, Fernandao, Demetrius Ferreira, Luiz Gustavo, Vitorino Hilton, Jairzinho, Marcelinho, Lucas Mendes, Carlos Mozer, Paulo Cesar, Lucas Silva, Vasconcellos.
Bordeaux (20): André, Christian, Eduardo Costa, Deivid, Denilson, Fernando, Paulo Sergio Gralak, Henrique, Jussié, Malcom, Marcio Santos, Mariano, Paulo Miranda, Pablo, Plinio, Ricardinho, Savio, Thiago Ribeiro, Valdeir, Wendel.
Monaco (18): Adriano, Yeso Amalfi, Sonny Anderson, Bolivar, Gabriel Boschillia, José Brandaozinho, Matheus Carvalho, Eduardo Costa, Fabinho, Luis Henrique, Jemerson, Jorge, Maicon, Nenê, Carlos Ruiter, Fabio Santos, Vagner Love, Wallace.
Lyon (16): Cléber Anderson, Sonny Anderson, Michel Bastos, Claudio Cacapa, Pires Constantino, Cris, Ederson, Edmilson, Giovane Elber, Fred, Juninho, Marcal, Marcelo, Nilmar, Rafael, Fabio Santos.
Saint-Étienne (13): Alex Dias, José Aloisio, Brandao, Cuca, Oswaldinho De Oliveira, Ilan, Luiz Alberto, Nivaldo, Eduardo Oliveira, Paulao, Rodrigao, Tinola, Agostinho Zara.
Nice (11): Adeilson, Yeso Amalfi, José Brandaozinho, Dante, Dalbert Henrique, Ederson, Carlos Eduardo, Everson, Wallyson Mallmann, Rubenilson.

A contagem inclui os jogadores que participaram de pelo menos uma partida oficial com a equipe principal, assim como os novos reforços para a temporada 2017-18.